Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2019

Professora da Rede Municipal de Governador Mangabeira, lança livro durante a FLICA

Imagem
A professora JANETE MARQUES, lançou hoje (26/10/19) na 10ª edição da Feira Literária de Cachoeira (FLICA), no auditório da Fundação Hansen Bahia, o livro infantil intitulado de: Um livro pra Nini... Um livro pra Nana... , inspirado na relação de suas duas filias (Nini e Nana) com a leitura, sendo as ilustrações do cartunista Daniel Teodorio dos Santos (Dany). Com um texto bem articulado, Marques apresenta como deve ser um livro para uma adolescente, representada pela personagem Nini, bem como, um livro para uma criança, representada por Nana. Nesse sentido, a narrativa é fundamentada na sua convivência familiar com suas filhas e a relação desenvolvida por elas com a leitura. O rico texto, ganha maior expressão com as qualificadas ilustrações do artista Dany. Assim, a autora destaca que: “Um livro pra Nini tem que ter mais palavras do que imagens. Tem que ser grosso e demorar muito pra chegar ao fim” (MARQUES, p. 6, 2019). Os livros de Nana tem frases curtinhas que ficam

Irmã Dulce: primeira santa brasileira

Imagem
Irmã Dulce já é santa. Às 5h33 do Brasil, o Papa Francisco leu, no Vaticano, a fórmula da canonização que transforma a baiana na primeira santa brasileira. Em Salvador, no Santuário de Irmã Dulce, na Cidade Baixa, fiéis que fazem desde ontem vigília celebraram o momento. A partir de agora, ela passa a ser conhecida como Santa Dulce dos Pobres.  A cerimônia de canonização acontece na manhã deste domingo na Praça de São Pedro, no Vaticano, com presença de milhares de fiéis. O ritual acontece em missa celebrada pelo Papa que começou às 5h10 (horário de Brasília). Uma liturgia específica para canonizações acontece na cerimônia, que começou com cantos iniciais e a saudação do papa. Logo depois, o cardeal Angelo Becciu, prefeito da Congregação das Causas dos Santos, fez o pedido formal ao papa para que Irmã Dulce e outros quatro beatos sejam considerados santos. O cardeal Becciu leu então uma curta biografia de cada beato. Depois, o pontífice os declarou santos - Irmã Dulce