Postagens

Datafolha: 67% dos brasileiros reduziram consumo de carne e 47%, de pão francês

Imagem
  Pesquisa  Datafolha  divulgada nesta segunda-feira (20) pelo jornal "Folha de S. Paulo" aponta que 85% dos brasileiros reduziram o consumo de alimentos desde o início do ano, com destaque para carne de boi, arroz, feijão, frutas, legumes e pão. O ovo, ao contrário, ganhou espaço nos lares do país como substituto da proteína, segundo o levantamento, realizado entre 13 e 15 de setembro. De acordo com o os dados, 67% dos brasileiros cortaram o consumo de carne vermelha; 51% o de refrigerantes e sucos e 46% o de leite, queijo e iogurte. Pão francês, pão de forma e outros pães aparecem com 41% de redução. Demais gastos básicos, como arroz, feijão e macarrão, estão deixando de ser comprados por 34%, 36% e 38% da população, respectivamente. O consumo de frango, porco e outros tipos de carnes e do grupo frutas, legumes e verduras também teve queda relevante. Nesses casos, no entanto, também se destaca o percentual de entrevistados que disse ter aumentado a compra desses itens

Partiu Estágio entra na última semana de inscrições

Imagem
  Estão em reta final as inscrições para o segundo edital do Partiu Estágio, com vagas exclusivas para a Secretaria da Educação. São 2.653 oportunidades de estágio para universitários baianos de 67 cursos, entre eles Administração, Matemática, Informática, Língua Portuguesa, Educação Física, Física, Biologia e Química. A lista completa pode ser consultada no  site da Secretaria da Administração . O prazo para garantir participação neste edital termina na quarta-feira, 22 de setembro. As inscrições são feitas pela internet, na página oficial do programa:  www.programaestagio.saeb.ba.gov.br . Podem se candidatar universitários regularmente matriculados em cursos de licenciatura ou bacharelado, ministrados por instituições de ensino superior com sede ou pólo de ensino na Bahia – federais, estaduais ou privadas – nas modalidades presencial ou EAD.   As oportunidades de estágio estão distribuídas entre a capital e mais 59 municípios do interior. O objetivo é fomentar o acesso a oportuni

100 anos de Paulo Freire: o educador que revolucionou a educação no Brasil e pelo mundo

Imagem
  Hoje, 19 de setembro, é o centenário do educador Paulo Freire, um dos principais nomes da educação no Brasil e de grande influência no mundo. Ele foi o criador da "educação crítica" e pregou a pedagogia da libertação. Conheça mais sobre a história de Paulo Freire a seguir. Paulo Reglus Neves Freire nasceu em Recife em 1921. Embora sua família fosse de classe média, presenciou a fome e a pobreza de seu povo, agravada com a crise de 1929. Por testemunhar tantas dificuldades, talvez tenha surgido daí sua indignação contra as injustiças e seu desejo de transformação da sociedade, para que se fosse menos autoritária, discriminatória e desigual. Mesmo tendo se formado em direito e nunca exercido a profissão, realizou estudos na área da filosofia da linguagem. Tempos depois, tornou-se professor de língua portuguesa para o segundo grau. No ano de 1963, propôs um programa de alfabetização revolucionário. O método era voltado para pessoas da época que não haviam frequentado a esc

O que explica queda abrupta de casos de Covid-19 na América do Sul e no Brasil

Imagem
  E m meados de junho, enquanto o resto do mundo experimentava um baixo número de novos casos de Covid-19, a América do Sul se tornava o epicentro da pandemia. Naquele período, sete das dez nações com mais mortes diárias per capita pela doença estavam na região: a taxa de óbitos do Brasil era sete vezes superior à da Índia, enquanto a Colômbia e a Argentina apresentavam números equivalentes ao triplo do que era registrado em todo o continente africano. Com apenas 5% da população mundial, a América do Sul tinha uma taxa de mortalidade per capita oito vezes maior do que a média global. Mas esse cenário parece ter virado coisa do passado. A partir de julho, o número de infecções começou a diminuir de forma consistente. Com isso, a região se tornou uma das áreas do mundo onde a pandemia parece estar mais controlada. Na segunda semana de setembro, a média semanal de casos confirmados de covid-19 por 100 mil habitantes foi de 52 no Reino Unido e 43 nos Estados Unidos. No Brasil, es

50 anos da morte de Carlos Lamarca

Imagem
  Há exatos 50 anos, em 17 de setembro de 1971, Carlos Lamarca (1937-1971), um ex-capitão do Exército brasileiro que havia se engajado politicamente, foi morto com sete tiros por agentes da repressão da ditadura militar então em vigor. Curiosamente, sua trajetória marcou a adolescência de alguém que também se tornaria capitão do Exército e enveredaria pela política: o atual presidente Jair Bolsonaro. Não é só o tempo de uma geração que separa ambos. Pode-se dizer que ambas as figuras estão em pontos diametralmente opostos do espectro político ideológico: se Lamarca, feito guerrilheiro contra a ditadura, tornou-se um ícone da esquerda revolucionária, Bolsonaro representa o conservadorismo da extrema-direita. De forma reiterada ao longo de sua carreira política, Bolsonaro já repetiu que teria se impressionado com os relatos da caçada, pelos militares a serviço da repressão, ao guerrilheiro e seus companheiros. E que isso teria influenciado inclusive a sua vocação militar. O cruzame