Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2019

Estudante de Odontologia da FAMAM, apresenta TCC sobre Doenças Periodontais

Imagem
Ontem (26/06/2019), Mauricio Silveira Pinheiro , estudante de Odontologia da Faculdade Maria Milza - FAMAM, defendeu seu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), com a temática: Prevalência das Doenças Periodontais de Acordo com sua Classificação e Fatores de Risco Sociais e de Saúde, sendo sua orientadora a professora Dr. Kaliane Rocha Soledade, já a banca examinadora foi composta pelos seguintes professores: José Guilherme Paternostro, Paulo Ivo Marques, Andréia Jaqueira da Silva Borges, os quais expressaram fortes elogios ao trabalho do mencionado estudante, bem como a relevância social da temática escolhida para a pesquisa em foco. Salientando que Maurício, reside na cidade de Governador Mangabeira e cursou o Ensino Médio no Colégio Estadual Professor Edgard Santos - CEPES.  “As doenças periodontais, incluindo a gengivite e a periodontite, representam um problema de saúde pública, atingindo uma considerável parcela da população, ocasionando desde pequenas perdas até a

Centenário de Jackson do Pandeiro

Imagem
Quando o cantor, compositor e ritmista paraibano José Gomes Filho (Alagoa Grande / PB, 31 de agosto de 1919 – Brasília / DF, 10 de julho de 1982) convidou a comadre Sebastiana para dançar e xaxar na Paraíba em 1953, ano em que o artista lançou a gravação original do coco  Sebastiana  (Rosil Cavalcanti), o nordeste do Brasil ganhou um novo rei. Se Luiz Gonzaga já tinha sido entronizado há sete anos como o  Rei do baião , gênero que ele mostrara em 1946 como se dança, José virou o rei do ritmo. Mas José, talvez por saber que tinha Zé demais na Paraíba, se entronizou na nação nordestina com o nome artístico de Jackson do Pandeiro. Jackson do Pandeiro foi rei pela habilidade rara de brincar com os tempos musicais, pela manemolência no toque do instrumento incorporado ao nome artístico desse cantor-músico e pela divisão singular com que repartia cocos, xaxados, rojões, emboladas, baiões, frevos e sambas. Em 2019, Jackson do Pandeiro é um rei centenário. Nascido há 100 anos, o

Alunos da Rádio Escola do CEPAVP, visitam a Rádio Excelsior de Cruz das Almas

Imagem
No último sábado (15/06/2019), as alunas Karine Alves Santiago Souza, Beatriz de Oliveira Souza, Moniele da Silva da Paixão, que fazem parte da Rádio Escola do Centro Educacional Professor Agnaldo Viana Pereira – CEPAVP, localizado no povoado de Quixabeira (Governador Mangabeira), juntamente com o coordenador da rádio Ivanilson Mendes de Oliveira , fizeram uma visita a rádio Excelsior (105.1 FM) de Cruz das Almas, objetivando conhecer como funciona na prática uma rádio profissional. Na oportunidade os estudantes foram recebidos pelos comunicadores Rony Henrique e Washington Bahia, os quais apresentaram a rádio para o grupo e também responderam perguntas acerca da dinâmica de funcionamento da emissora. Durante o programa Sala de Reboco , apresentado por Rony Henrique, os membros da Rádio CEPAV, foram entrevistados, respondendo perguntas acerca de como surgiu a ideia da rádio Escola e como a mesma funciona. No momento, Ivanilson Mendes, aproveitou para agradecer aos pro

Atletas de Governador Mangabeira, ficam entre os primeiros em corrida na cidade de Cachoeira

Imagem
Denilson Sena de Castro e Jailton Silva Sena , naturais da cidade de Governador Mangabeira, ficaram entre os primeiros na 59ª Corrida da Fogueira na cidade Cachoeira, realizada ontem 16/06/2019. Denilson ficou no 2º lugar no geral e Jailton no 1º lugar na categoria de 18 a 29 anos. A corrida contou com mais de 200 participantes, oriundos de várias cidades do interior da Bahia e de Salvador, sendo promovida pela prefeitura de Cachoeira e organizada pela Federação Baiana de Atletismo (FBA). Os dois atletas são estudantes do Colégio Estadual Professor Edgard Santos – CEPES e são treinados pelo 1º Tenente da Reserva da Polícia Militar -  Vitorino Raimundo dos Santos (conhecido como Nengo) fundador do Projeto Largue a Enxada Correndo , localizado na comunidade de Tocos II do mencionado município. Tanto Denilson como Jailton, também fazem parte do Projeto Social Portão Aberto desenvolvido pelo senhor Joel Gálio, no bairro do Portão da cidade de Governador Mangabeira.   

JOGOS INTERNOS DO CEPES 2019

Imagem
Na última terça-feira (11/06/2019), teve início a III edição dos Jogos Internos do Colégio Estadual Professor Edgard Santos – CEPES , localizado na cidade de Governador Mangabeira. De acordo as informações da coordenadora dos Jogos – a professora de Educação Física Patrícia Keiko, o certame conta com a seguinte formatação: Futsal Masculino - 16 equipes, com a disputa de 39 jogos.  Futsal Feminino - 2 equipes e a realização de uma partida. Baleado -   3 times e a disputa de 3 jogos.  Voleibol misto – 2 times e a realização de um jogo. Corrida rústica - 10 inscritos. Ainda, segundo Keiko, esse ano foram introduzidas novidades durante os jogos, como troféu para o melhor jogador de cada partida, quando também se homenageia um professor ou funcionário da escola, o uniforme mais bonito e a torcida mais organizada. Associadas a essas novidades estão outras escolhas já efetuadas nas etapas anteriores, ou seja, troféus para o artilheiro, a revelação e o melhor

A História do Futebol Feminino no Brasil

Imagem
Contar a história do futebol feminino brasileiro é mais do que lembrar gols, vitórias, derrotas, lances marcantes e seus personagens. É falar sobre resistência, descaso e barreiras quebradas. É lembrar períodos de proibição, preconceito e amadorismo. É impossível contar essa história sem falar da maior de todos os tempos, da única jogadora eleita seis vezes a melhor do mundo: a Rainha Marta. Conheça a trajetória da modalidade que em um século passou de atração de circo a celeiro de talentos. Anos 20 e 30 - O começo As primeiras referências de partidas de futebol disputadas por mulheres surgiram nos anos 20. Os registros de jornais mostram a prática, ainda de forma muito tímida,  no Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Norte. Pode parecer piada, mas o circo traz algumas das primeiras referências do uso das palavras "futebol feminino". Era tratado como uma performance, um show. Não uma partida. 1940 - A primeira aparição Até a década de 40, o fut