Polícia apreende 235 kg de cocaína e 33 toneladas de maconha no Alemão

Foi preciso um galpão para colocar a apreensão histórica. As salas de polícia, onde normalmente as drogas são apresentadas, não teriam espaço suficiente. Os policiais apreenderam 33 toneladas de maconha, 235 quilos de cocaína, 27 quilos de crack, 1.406 frascos de lança-perfume: resultado de pouco mais de dois dias das tropas de segurança em uma área há décadas dominada pelo crime. E foi só o material recolhido até a manhã desta terça-feira (30).
Para se ter uma ideia do que isso representa: em 2009, foram apreendidas oito toneladas de maconha no estado do Rio. Em apenas 50 horas de operações somente no Alemão, a polícia apreendeu quatro vezes mais.
Bem ao lado da montanha de drogas está o arsenal de guerra do trafico. As apreensões dos últimos dias impressionam pela quantidade de armas, mas também pelo poder de destruição de algumas delas. Tem metralhadoras ponto trinta, capazes de perfurar blindados e derrubar helicópteros. Há também morteiros com alcance de 300 metros.
Estão nas mãos da polícia 135 fuzis, metralhadoras e carabinas, além de pistolas e uma grande quantidade de munição e explosivos, como granadas e bombas de fabricação caseira.
A polícia vai rastrear as armas apreendidas para tentar descobrir a origem de cada uma. A Secretaria de Segurança informou que algumas foram desviadas do Exército e serão devolvidas em, no máximo, seis meses.
Outro número impressionante descoberto atrás das trincheiras do tráfico foi o de veículos. Nos dois dias de operação no Alemão, a polícia recuperou 320 motos e 30 carros, todos roubados e usados pelos bandidos. Os proprietários que forem identificados vão receber os veículos de volta. E o volume de apreensões deve aumentar.
Fonte: JN