sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Presidente da Câmara de Vereadores de Governador Mangabeira, revive os tempos da Ditadura Militar no Brasil


Ontem (03/10), na sessão da Câmara de Vereadores de Governador Mangabeira, presenciamos a volta aos tempos do Regime Militar, quando a policia era acionada para reprimir os movimentos populares. A pedido do presidente Albano Fonseca, a policia militar dividiu o plenário da Câmara com os vereadores e o povo, com a suposta alegação de manter a ordem, deixando a entender que o  povo mangabeirense não é ordeiro, um absurdo, pois nossa população é de paz, cultua a liberdade e defende a democracia.
Isso aconteceu em função do mesmo está segurando a alguns dias o projeto do poder executivo que solicitava suplementação orçamentária, o povo em uma atitude democrática foi a Câmara reivindicar pelos seus direitos, uma vez que a referida suplementação seria utilizada para o pagamento da folha dos funcionários da prefeitura e para a manutenção de serviços básicos como atendimento médico, limpeza urbana e outros. O presidente e os demais vereadores de oposição apenas concederam algo em torno de 6%, quando os vereadores de situação solicitaram 20% de suplementação. 
 É lamentável, saber que ainda existem políticos que agem dessa forma, usando instrumentos ditatoriais para se manter no poder, quando deveria ser ao contrário, fazer da democracia um princípio básico, pois vivemos no Estado de Direito democrático, além disso, vale lembrar que a Ditadura no Brasil tem mais 25 anos que foi abolida, infelizmente o presidente Albano Fonseca a reviveu ontem na Câmara de Vereadores. Abaixo a Ditadura e viva a Democracia, também devemos lembrar a frase da música da banda Titãs: "policia para quem precisa de policia".
Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D