terça-feira, 14 de junho de 2011

Estudantes mineiros sofrem com a falta de livros didáticos na metade do ano letivo

Em muitas escolas mineiras, os livros disponíveis são edições antigas e ficam trancados em armários. Em Itabirito, a 50 quilômetros da capital, alunos acabam interrompendo a aula de outras turmas para pegar o material.
Em uma escola, a aula dura 50 minutos. De acordo com os professores, os 20 primeiros minutos são para as explicações sobre as matérias. O restante, meia hora, os estudantes gastam copiando a matéria do quadro.
Esta é a única maneira deles estudarem, já que ninguém pode levar para casa os livros didáticos.
A professora de ciências prefere ditar: “Você pode observar que uma parte da sala já terminou e outra parte da sala ainda está fazendo. Então eu prefiro às vezes ditar, porque aí eu coloco a turma toda no mesmo nível”, conta a professora Alessandra Paranhos. Fonte: JN
Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D