quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Projeto do Colégio Edgard Santos é publicado no portal do MEC

Projeto “Brincando se Aprende” traz o lúdico para as salas de aulas. Essa foi a manchete usada pelo portal do MEC para divulgar um projeto do Colégio Estadual Professor Edgard Santos do municipio d de Governador Mangabeira, voltado para os jogos matemáticos. Veja abaixo a reportagem na integra. E desde já parabéns aos estudantes e professores do Edgard Santos.
Aprender brincando, brincar aprendendo. É com essa ideia que um grupo de educadoras do Colégio Estadual Professor Edgard Santos, de Governador Mangabeira (BA), tem conseguido romper barreiras e despertar o interesse dos alunos para o aprendizado das disciplinas de Matemática e Língua Portuguesa.
Com o projeto socioeducativo “Brincando se Aprende”, que utiliza jogos e brincadeiras elaborados pelos próprios alunos, elas estão ajudando jovens do Ensino Médio e Ensino Fundamental a absorver melhor os conteúdos apresentados em aula e a relacionar esse aprendizado ao contexto da vida cotidiana.

Tudo começou em 2006, a partir de um questionamento das educadoras: poderiam as atividades lúdicas e interdisciplinares contribuir para tornar as aulas de Matemática e Língua Portuguesa mais atrativas e motivadoras? A expectativa era que sim, explica Denise Rocha, professora de Matemática e uma das coordenadoras do projeto. “Precisávamos identificar formas de desmistificar o aprendizado destas importantes matérias, que, na visão dos alunos, pareciam mais com “bichos-papões” em função da dificuldade que eles tinham de aprender”, conta.
Foi, então, que surgiu a ideia de propor aos alunos do 1º. ano do Ensino Médio o desafio de confeccionarem, junto com os professores, brinquedos e jogos educativos destinados aos alunos do 1º. ao 5º. ano do Ensino Fundamental, que normalmente carecem de estímulos visuais para sedimentar o aprendizado. “Esta seria uma forma lúdica de estimularmos o interesse do aluno pelas atividades matemáticas e de linguagens, passarmos o conteúdo a ser aprendido e, ainda, integrarmos os alunos do Colégio Edgard Santos aos alunos do Ensino Fundamental das escolas municipais da comunidade”, lembra Denise.
A proposta deu tão certo que hoje, além da Matemática e da Língua Portuguesa, outras disciplinas também já fazem parte do projeto a pedido dos próprios alunos. Todos os brinquedos confeccionados são entregues nas escolas da comunidade durante uma apresentação na qual os alunos do Ensino Médio, autores das idéias, expõem suas criações e explicam aos mais jovens os detalhes e as regras de cada brincadeira.

O projeto todo é dividido em quatro principais momentos: elaboração conceitual da ideia; construção do jogo/brinquedo a partir do uso de materiais recicláveis; apresentação e entrega nas escolas da comunidade; e elaboração de relatório conclusivo.
“Com isso, o aluno a participa de todas as etapas do processo, desenvolvendo sua criatividade, sua capacidade crítica e sua própria auto-estima”, diz.

Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D