Emenda de Benedita da Silva garante vacina para trabalhadoras domésticas


As trabalhadoras domésticas terão prioridade nos grupos de vacinação contra a Covid-19. Uma emenda da deputada Benedita da Silva (PT/RJ) ao Projeto de Lei 1011/20 foi aprovada durante sessão na Câmara dos Deputados, na tarde desta quinta-feira, 17. A emenda agora vai para o Senado Federal. A categoria das trabalhadoras domésticas foi uma das mais atingidas pela Covid-19.

De acordo com a parlamentar, no trimestre encerrado em fevereiro de 2019, havia 6,2 milhões de trabalhadores e de trabalhadoras domésticas no País. Dessas, 92% são mulheres, e, dentre os 92%, 66% são mulheres negras. Durante a pandemia, as oportunidades de empregos, que eram 6 milhões, caíram para 4,9 milhões. Dentro desse contexto, apenas 26,7% têm uma carteira assinada, e o salário médio é R$ 925.

“Nós precisamos olhar com carinho para essas pessoas e colocar esse assunto na pauta”, disse Benedita, antes da votação, e completou: “Já é quase consenso nesta Casa que é importante priorizar a vacina das trabalhadoras domésticas. Elas estão todos os dias indo e vindo, estão vulneráveis a cada momento, estão sujeitas a contágios. Essas mulheres estão sujeitas também aos abusos que temos visto por aí, já altamente identificados não só na minha fala como na fala de muitas outras Parlamentares desta Casa, pela bancada feminina e por outros Parlamentares que, em casa, cuidam bem da sua trabalhadora, são empregadores conscientes, mas nem todos são”.

Fonte: https://pt.org.br/emenda-de-benedita-garante-vacina-para-trabalhadoras-domesticas/. Acesso em 20/06/2021.


Comentários