Flagrantes paisagísticos do Recôncavo baiano


Vista panorâmica de cidades de duas cidades históricas: Cachoeira (a direita) e São Félix, situadas no baixo curso do Rio Paraguaçu. Ao fundo, a elevada crista da barragem de Pedra do Cavalo. As duas cidades são tombadas como Patrimônio Histórico Nacional pelo IPHAN. A centenária ponte histórica que liga as cidades gêmeas, foi edificada no século XIX, no Brasil império. Para acessar Cachoeira, vindo de Salvador, passando pela cidade Santo Amaro, transita-se pela BA-420 que é uma rodovia sinuosa e ondulada em alguns trechos. Entre Santo Amaro e Cachoeira, apesar do desmatamento para a monocultura canavieira, os morros florestados com resquícios da Mata Atlântica destacam-se no horizonte do(a) observador(a). Pela mesma BA-420, acessando São Félix pela cidade de Muritiba, situada a 3 quilômetros da rodovia BR-101, o (a) viajante desce por um perigoso trecho rodoviário muito sinuoso e com paredões expressivos, construído em uma escarpa íngreme, através da qual se abre um dos mais belos recortes paisagísticos do estado da Bahia: avista-se as áreas urbanas geminadas de Cachoeira e São Félix, como todo fulgor do seu conjunto arquitetônico, entremeado pela imponência Rio Paraguaçu. De Muritiba para São Félix são cerca de 3 quilômetros bordejando uma escarpa de falha que forma um “um emparedamento geológico-geomorfológico”, que entorna o vale entalhado onde passa o rio Paraguaçu, que nasce na Chapada Diamantina e segue seu curso em direção à Baía de Todos os Santos. Ainda em Muritiba, pode-se avistar no horizonte a crista da barragem de Pedra do Cavalo. A água represada forma um lago que alimenta os sistemas de captação e adução para o Recôncavo baiano e a Região Metropolitana de Salvador (cerca de 60% da água potável da capital baiana vem de Pedra do Cavalo). Em uma área de relevo irregular, com depressões e feições arredondadas, a forte presença do capim para o gado bovino (diferentes variações do capim brachiaria), revela uma das mais expressivas atividades econômicas do espaço regional: a pecuária extensiva. Notadamente a partir dos anos 1980, aconteceu um processo de pecuarização e citriculturização de grande parte do chamado Recôncavo fumageiro. As cidades de Cachoeira e São Félix se destacam no contexto nacional pela força e expressividade das suas manifestações culturais, artísticas e festivas, que se constituem em um rico patrimônio imaterial.
Por: Jânio Roque Barros de Castro
Professor Titular da Universidade do Estado da Bahia - UNEB
Foto: Cadu Morais

Comentários