ONU cobra proteção para juízes no Brasil

A Organização das Nações Unidas fez [ontem] um apelo às autoridades brasileiras para que estabeleçam um sistema de proteção para os juízes do país, em nota sobre o assassinato da juíza Patrícia Acioli, executada com 21 tiros em Niterói, no último dia 11. A relatora especial da ONU para Independência do Judiciário, Gabriela Knaul, afirmou que “o assassinato da juíza evidencia a existência de um sério problema com relação à proteção de juízes no Brasil”. Gabriela é brasileira e atuou mais de dez anos como juíza no Brasil, antes de assumir o cargo na ONU. Na avaliação da relatora, “é hora de o governo criar um sistema nacional de proteção, com o objetivo de permitir aos juízes cumprir com suas funções sem temer por sua vida, integridade e segurança, e também as de seus familiares”.
Fonte"política livre"

Comentários