Guerra civil matou pelo menos 10 mil na Líbia, diz missão da ONU

Um número estimado de 10 mil a 15 mil pessoas já morreram nos dois lados do confronto na Líbia em quatro meses, disse Cherif Bassiouni, líder de uma missão do Conselho de Direitos Humanos da ONU que viajou a Trípoli e a áreas controladas pelas forças rebeldes no final de abril. Sua comissão encontrou evidências de crimes de guerra cometidos por forças do líder Muammar Kadhafi, incluindo ataques contra civis, ajudantes humanitários e equipes médicas. Aviões, tanques, artilharia, foguetes e franco-atiradores foram utilizados. O grupo também encontrou provas de crimes cometidos por forças da oposição. A Líbia nega as alegações e acusa os rebeldes de carnificina e canibalismo.
Fonte"política livre".

Comentários