Policial tenta extorquir jovem, troca tiros com colegas e morre

O policial civil Valmir Borges Gomes, 54 anos, morreu na noite desta quarta-feira (2) depois de trocar tiros com colegas policias lotados na Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes de Salvador. Valmir Gomes, que atuava na Furtos e Roubos, foi acusado por um jovem de 19 anos de ter tentado extorqui-lo ao ver o rapaz comprando lança-perfume. O policial, ao lado de outros dois colegas, teria exigido dinheiro para não prender o jovem que, após orientação do pai, procurou a Corregedoria da Polícia e foi encaminhado para a Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes, onde relatou o fato.
Segundo a Corregedoria, agentes da DTE armaram o flagrante para prender os colegas supostamente corruptos e acompanharam o jovem ao local marcado para a entrega do dinheiro. Lá, foram recebidos a tiros por Valmir Gomes e os colegas. No combate, o agente foi atingido e morreu no Hospital Geral do Estado para onde foi socorrido. A morte de Valmir Gomes gerou um grande protesto em frente à Corregedoria da Polícia Civil. Com escopetas e outras armas de grosso calibre e aos gritos de “assassino!”, mais de 30 policiais ameaçaram parar as atividades durante o Carnaval por causa da morte do colega. Fonte: A página

Comentários