quinta-feira, 27 de agosto de 2020

27 de agosto de 1886, nascimento de Otávio Mangabeira


Otávio Mangabeira nasceu em Salvador em 27 de agosto de 1886 e faleceu em 29 de novembro de 1960. Casou-se com Éster Pinho, com quem teve dois filhos: Otávio Mangabeira Filho e Edila Mangabeira Unger.

Formou-se em Engenharia Civil aos 19 anos pela escola Politécnica da Bahia, onde chegou a exercer a função de professor de astronomia. Em 1930 passou a fazer parte da Academia de Letras do Brasil.

Em 1908 foi eleito Vereador da cidade de Salvador, também conseguiu exercer os cargos de Deputado Federal (7 vezes), Ministro das Relações Exteriores do governo de Washington Luís, governador do Estado da Bahia (1947-1951) e Senador. Experimentou o exílio por duas vezes: 1930-1934 e 1937-1945.

No seu governo foram realizadas diversas obras, como: aeroporto 2 de Julho (hoje Luís Eduardo Magalhães), Estádio da Fonte Nova, Fórum Rui Barbosa e Escola Parque.

No seu governo foi construída as Escolas Reunidas José Bonifácio na vila das Cabeças. Hoje Colégio Estadual José Bonifácio.

O número de escolas saiu de 2.115 para 5.009, alunos de 10.874 para 198.349, já de professores pulou de 3.327 para 6.232, sendo o Secretário de Educação – o educador Anísio Teixeira.

Escreveu vários livros, destacando-se: Halley e o Cometa do seu Nome, Voto da Saudade, As Últimas Horas da Legalidade, A Nação e os Problemas Brasileiros, Pelos Foros do Idioma, Cinquentenário da Morte de Machado de Assis, Um Pregador da Paixão e outras.

Algumas frases de Otávio Mangabeira

“com a lei, pela lei, dentro da lei; por que fora da lei não há salvação”.

“sem instituições livres não há paz, não há educação popular, não há honestidade administrativa”.

“um governo democrático, vale dizer, um governo de moralidade e de trabalho, um governo de portas abertas”.

“Só com a liberdade, sob a lei, e sem ofender a Deus, o esforço humano se realiza e prospera em base sólida e firme”.

A transformação da Vila De Cabeças em município de Governador Mangabeira

Em 1961, foi aprovado na Câmara de Vereadores de Muritiba o projeto de emancipação política da Vila. 

Através da lei estadual número 1.639 de 14 de março de 1962, a Vila de Cabeças passou a se chamar município de Governador Mangabeira.

Para homenagem o ex- Governador da Bahia Otávio Mangabeira, pois o nome Governador Mangabeira trazia uma ideia de “civilização”, além disso, daria prestígio à nova cidade;

 

Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D