domingo, 22 de dezembro de 2019

Em 2019, trajetória de vida da ex-prefeita Domingas da Paixão foi estudada por turma do CEPES e aluno da UFRB


 
 
Em 2019, trajetória de vida da ex-prefeita Domingas da Paixão foi estudada por turma do CEPES e aluno da UFRB
Durante o Projeto da Consciência Negra 2019 do Colégio Estadual Professor Edgard Santos - CEPES (Governador Mangabeira), cuja temática foi Mulheres Negras no Brasil: resistência, protagonismo e empoderamento, a trajetória de vida ex- prefeita Domingas Souza da Paixão foi estudada pela turma do 1º FM (ensino médio). Posteriormente ao evento, o estudante André Paulo Brito, do curso de História da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB, que estagiou na mencionada turma apresentou essa experiência pedagógica em uma evento dessa instituição superior: Mostra PIBID/Residência Pedagógica, entre os dias 09 e 10 de dezembro. 
A atividade em foco foi desenvolvida durante a terceira unidade, com culminância nos dias 13 e 14 de novembro de 2019. Levando em consideração que o Projeto da Consciência Negra foi dividido em subtemas, a turma do 1º FM esteve inserida na temática: Mulheres Negras no Brasil do século XXI: a luta pelo empoderamento, atendendo as seguintes etapas da proposta didática:
1. Escolha do subtema - Domingas da Paixão, através de votação realizada pelos próprios alunos.
2. Divisão da turma em 3 grupos, com as respectivas responsabilidades: história de vida, história política e produção de um vídeo, a serem apresentados na sala em forma de seminário.
3. Realização de pesquisas na internet e em livros acerca da história de vida de Domingas da Paixão.
4. Realização de entrevista com Domingas da Paixão.
5. Apresentação dos conteúdos pesquisados e do vídeo em sala de aula.
6. Produção de cartazes, banner e texto, além de ensaio de músicas para serem apresentados nos dias da culminância do Projeto.
7. Apresentação durante a culminância de cartazes, banner e da música Amigos para Sempre, música essa escolhida por Domingas da Paixão, como a que mais se identifica.   
Já o estagiário André Paulo, além de fazer uma exposição do banner durante o evento da UFRB, também realizou uma comunicação oral explicitando alguns aspectos da trajetória de vida de Domingas da Paixão, algo bem aceito pela comunidade acadêmica. Para tanto, o André realizou anteriormente uma oficina com a turma, bem como submeteu essa proposta metodológica para ser aprovada pela coordenação da mencionada mostra.
“Parabenizo a turma do 1º FM do CEPES pela dedicação e a forma qualificada de apresentação da atividade, bem como ao estudante de História da UFRB - André Paulo pela colaboração na coordenação dos trabalhos juntos aos alunos da turma, bem como pela forma relevante e competente que apresentou o trabalho no evento na cidade de Cachoeira no CAHL, evidenciando a importância da trajetória de vida de Domingas da Paixão, uma reverência da luta feminina por empoderamento e resistência aos preconceitos e estereótipos aos mulheres negras no Brasil", enfatizou o professor Borges, que coordenou a turma na mencionada atividade.
A seguir consta o conteúdo do banner e o vídeo produzido pela turma.
Breve Biografia
Domingas Souza da Paixão, nasceu em 05 de abril de 1955, na localidade do Gravatá de Cima (Governador Mangabeira), filha de Maria Almeida de Souza e Olívio Pereira da Paixão, cresceu trabalhando na agricultura e em olarias, chegou a comer caroços de jaca cozido para matar a sua fome, ainda jovem trabalhou como empregada doméstica, depois exerceu a função de funcionária pública. Sua trajetória é marca por lutas, desafios e conquistas.
Mãe de 4 filhos, sofreu discriminação racial várias vezes, mas não se abateu com esses preconceitos. Conseguiu exercer a função de Vereadora por 5 mandatos consecutivos e 2 mandatos como prefeita do município de Governador Mangabeira. Com uma fé inabalável, sempre expressa para as pessoas a máxima bíblica: “tudo posso naquele que mim fortalece”.
Trajetória Política  
1983 a 2004 – exerceu a função de vereadora por 5 mandatos consecutivos sendo a mais votada por várias vezes.
2004 – Se candidatou pela primeira vez para Prefeita, ficando em 3º lugar com mais de 3.000 votos.
2009 a 2012 – exerceu o seu 1º mandato como Prefeita, sendo eleita em 2008 com 6.540 votos.
2013 a 2016 – desenvolveu o seu 2º mandato como Prefeita, sendo reeleita em 2012 com mais de 6.300 votos.
Algumas realizações como Prefeita
1. Criação da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial – SEPROMI.
2. Aumento Salarial para os/as professores/as, superando 45%.
3. Abastecimento de água da Embasa para várias localidades.
4. Construção de 6 PSFs. Construção de mais de 150 casas populares.
5. Programa Jovem Aprendiz. Projeto juventude em ação.
6. Instalação da FAMAM e do IF Baiano.
Algumas ideias que defende
1. As negras e os negros têm que buscar a autovalorização.
2. A educação é melhor futuro para uma pessoa.
3. Política é respeitar o cidadão, olhando principalmente para as pessoas que mais precisam e para os jovens.
4. A palavra medo não tem espaço na minha mente e no meu coração.
5. Precisamos combater toda e qualquer forma de discriminação.
6. É muito importante a participação de mulheres e jovens na política.
Precisamos valorizar a mulher negra e elevar a sua autoestima. Essas mulheres podem chegar onde elas quiserem, pois são capazes”. (Domingas Souza da Paixão)
Fonte/Referência
PAIXÃO, Domingas Souza da. Depoimento aos alunos do 1º FM do CEPES. Governador Mangabeira, outubro de 2019.
COSTA, Juliana Rezende. Tirando uma lição da vida. A história de uma ex-empregada doméstica que se tornou prefeita. TCC. Cachoeira: UFRB, 2013.


Vídeo: disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=2-adkeio9To&t=110s
Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D