sábado, 14 de maio de 2016

POETA LUIZ GAMA É DESTAQUE EM PALESTRAS REALIZADAS PELA SEPROMI



A Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade de Governador Mangabeira - SEPROMI, iniciou nesta quarta-feira (11/05/16) nas escolas municipais um ciclo de palestras relacionadas a trajetória de vida do poeta, jornalista e advogado Luiz Gama, sendo que as primeiras palestras foram desenvolvidas no CEAG - Centro Educacional Angelita Gesteira, com os estudantes do 8º e 9º anos. Segundo professor Borges (secretário da SEPROMI), existe a previsão para realizar essa atividade em mais 10 escolas durante esse mês, uma vez que no dia 25 de maio se comemora o Dia Internacional da África, continente de onde descendeu a mãe do "Advogado dos Escravos" - Luiz Gama.
Luiz Gonzaga Pinto da Gama, nasceu no dia 21 de junho de 1830, em Salvador, era filho de um fidalgo português e de Luiza Mahin, a qual participou da Revolta dos Malês, que aconteceu em Salvador em 1835. Aos dez anos foi vendido como escravo pelo seu pai para pagar uma dívida de jogo. Foi comprado pelo alferes Antônio Pereira Cardoso e levado ao município de Lorena. Com dezessete anos conseguiu se alfabetizar. Em 1848 alcançou sua liberdade, comprovando que era filho de pai e mãe livres.
Em 1850, tentou frequentar o Curso de Direito do Largo do São Francisco – hoje Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, porém por ser negro foi discriminado pelos professores e alunos. Mesmo assim conseguiu assistir as aulas como ouvinte, não concluiu o curso de direito, mas com o seu conhecimento adquirido se tornou um grande defensor dos negros(as) escravizados(as).
Na década de 1860 destacou-se como jornalista e colaborador de diversos periódicos progressistas. Projetou-se na literatura em função de seus poemas, os quais satirizavam a aristocracia e os poderosos e ao mesmo tempo, se posicionava contra a escravidão. Com o pseudônimo de Getulino, publicou em 1859 o seu único livro: Primeiras Trovas Burlescas de Getulino.
O engajamento político de Luís Gama produziu uma poesia precursora daquilo que hoje se chama consciência negra. Sua obra se inclui no processo de se viver na pele o que se escreve, sendo destacado como o verdadeiro poeta dos escravos, fazendo uma referência a sua identidade ética.
Luiz Gama foi um dos maiores líderes abolicionistas do Brasil, sempre esteve engajado nos movimentos contra a escravidão. Nos Tribunais, usando de sua oratória impecável e seus conhecimentos jurídicos, conseguiu libertar mais de 500 escravos (as).
Faleceu em 24 de agosto de 1882 e foi sepultado no Cemitério da Consolação, na presença de 4.000 pessoas. Em novembro de 2015, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), conferiu o título de advogado a Luiz Gama. Em uma das suas frases afirmava que: “sonho com um Brasil sem reis e escravos”.






Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D