sexta-feira, 12 de abril de 2013

Brasil ocupa 7º lugar no ranking de fraudes com cartões de crédito


Uma pesquisa feita em 17 países mostrou que o Brasil ocupa o 7º lugar na lista dos que mais são bombardeados por fraudes com cartões de crédito e débito. Os prejuízos já ultrapassam R$ 1 bilhão. As novidades para combater esses crimes são os cartões de crédito com minicomputador e o reconhecimento do rosto dos clientes nos caixas eletrônicos.
A cada 15 segundos no Brasil, uma pessoa usa documentos falsos. No ano passado, foram dois milhões de tentativas de fraude. Para impedir a ação dos criminosos, uma empresa criou um programa que compara a digital do cliente com a foto e o número do documento dele.
Segundo o presidente Igor Rocha, a tecnologia permite verificar além da impressão digital. “Vemos o padrão de veias do dedo. Então, precisa ser um dedo vivo, realmente humano. Se não for um dedo humano, a tecnologia é capaz de identificar e recusar a informação da impressão digital.”
Outra tecnologia faz o reconhecimento fácil. A câmera tira a foto e depois, no computador, cada detalhe do rosto é analisado e comparado com a foto original. A tecnologia vem sendo sondada pelos bancos para ser usada em caixas eletrônicos.
“Quando ele for naquele banco retirar o dinheiro, ele vai verificar. Uma câmera vai identificar se ele é realmente aquele cadastrado e aí libera ou não”, explica o diretor comercial Getúlio Nery Cardoso.
No Brasil, 33% dos consumidores dizem que já foram vítimas da fraude em cartões. Por isso, as empresas investem nessas tecnologias. Os novos cartões não têm nem os últimos quatro dígitos e nem o código de segurança. “O cartão é como se fosse um minicomputador, onde ele tem uma bateria, um processador, um software e uma tela que é o display, na verdade”, fala o gerente comercial Maurício Novoa Aracema. Fonte: JH
Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D