sábado, 28 de julho de 2012

Polícia descobre de 200 hectares de Mata Atlântica desmatada em fazenda


A polícia descobriu área de 200 hectares de Mata Atlântica desmatada em uma fazenda de Canavieiras, cidade localizada no sul da Bahia, durante operação realizada na região entre quinta-feira (26) e esta sexta-feira (27).Quatro pessoas foram presas. "Elas vão responder pelo artigo 39 da Lei Ambiental, que é destruir área de preservação permanente, porque a Mata Atlântica é área de preservação permanente", afirma a delegada Márcia Cristina Rezende. "É um crime afiançável, nós vamos arbitrar a fiança, mas ainda não decidi quanto porque não terminei os interrogatórios, mas as investigações vão continuar", acrescenta.


Foram dois meses de investigação até chegar à fazenda desmatada, considerada de difícil acesso, segundo a polícia. São 14 km de estrada de chão para chegar à floresta desmatada. Em todo o caminho, a polícia encontrou troncos e pedaços de madeira prontos para a venda, todos retirados de espécies nobres da Mata Atlântica, como maçaranduba, sucupira e pau óleo.No meio da mata, há clareiras com vegetação rasteira grande, sinal de que a retirada ilegal é prática antiga, de acordo com informações da polícia. Em alguns pontos da mata, foram encontradas embalagem de óleo e gasolina lubrificados usados nas moto serras. Durante os dois meses de investigação, a polícia monitorou caminhões que seguiam para o local. Três deles, carregados com madeira ilegal, foram apreendidos, dois em Canavieiras e um em Uma. Em seguida, os policiais passaram a investigar a rota dos caminhões vazios que chegaram a região. Foi através desse trabalho que a polícia chegou à fazenda, que, de 600 hectares, pelo menos 200 são desmatados.Peritos colheram amostras das espécies para análise. A área de proteção permanente tem nascente de rio e árvores nativas da Mata Atlântica. Os especialistas acreditam que esta seja uma floresta em médio estado de regeneração, ou seja, a área já tinha sido degradada, foi recuperada e voltou a ser alvo de criminosos.
Fonte"G1/Bahia"
 



Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D