sexta-feira, 13 de julho de 2012

13/07/2012 17h21 - Atualizado em 13/07/2012 17h38 Professores irão entregar ao MP contraproposta na quarta-feira

Uma nova proposta deve ser entregue ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) pelos professores na próxima quarta-feira (18). Segundo Rui Oliveira, coordenador geral do sindicato (APLB), o comando de greve já está se reunindo para elaborar esta nova proposta, que será votada por todos os professores em assembleia geral na quarta-feira. Em seguida o documento será encaminhado para o MP-BA.
De acordo com a assessoria de comunicação do governo do Estado, não haverá mudança na proposta apresentada pelo governador Jaques Wagner em reunião realizada nesta quinta-feira (12).
A Secretaria Municipal da Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secult) informou que alunos da rede municipal também podem ser prejudicados por conta da greve dos professores da rede estadual. Segundo nota divulgada pela Secult, os alunos que vão concluir o ano em dezembro, só devem começar a estudar em maio, quando provavelmente será iniciado o ano letivo 2013 na rede estadual.
"O aluno da rede municipal que concluir o nono ano do ensino fundamental em dezembro de 2012, provavelmente, só terá acesso à escola da rede estadual em maio de 2013. Certamente, vai haver evasão escolar e o prejuízo será do estudante. Com a greve, o ano letivo de 2012 está comprometido. Isso revela descaso com a educação do filho do trabalhador, o que me deixa indignado", disse o secretário da Educação de Salvador, João Carlos Bacelar. G1/Bahia
Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D