segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Combinação entre álcool e motos tem efeito fatal

Uma mistura está tirando a vida de centenas de brasileiros pelas estradas do país. O Fantástico exibiu no último domingo (15) flagrantes de motociclistas que bebem e pilotam sem a menor preocupação com a segurança. Quase metade dos acidentes já tem como principal causa o álcool.
O problema é ainda mais grave no Nordeste. Das quase 20 milhões de motos no Brasil, 35% foram compradas no Nordeste. No Piauí, quase metade das mortes no trânsito acontecem com pessoas que estavam de moto.
 No Piauí, em média, três pessoas morrem por dia vítimas de acidentes com motos. No pronto-socorro de Teresina, o neurocirurgião Daniel França passou três anos desenvolvendo uma pesquisa com os pacientes. A conclusão é estarrecedora: “Os nossos números mostram que, dos pacientes vítimas de trauma de crânio que chegam ao Hospital de Urgência de Teresina, que é o hospital que drena todas as urgências do Piauí e parte do Maranhão, quase 70% são por acidentes de moto. Então, é uma média 700% superior à média mundial”.
O neurocirurgião José Weber, da Universidade Federal de Uberlândia, em Minas Gerais, desenvolveu um estudo para avaliar os efeitos da ingestão de álcool no cérebro. “Na medida em que a pessoa ingeriu o álcool, ela perde a capacidade de frear, de responder em tempo hábil. O tempo de resposta dela, que era para ser em torno de 0,75 segundos, vai para 2 segundos, 3 segundos. Então, ela está sujeita a um acidente”, explicou.
As pessoas que sofrem acidentes de moto depois de beber levam grande desvantagem na hora da recuperação. Este é mais um dado da pesquisa que o Dr. Daniel França fez no Hospital de Urgências do Piauí. "Quanto maior a concentração de álcool no sangue, maior a gravidade do trauma", explicou. Fonte: Bom dia Brasil e Fantástico
Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D