quarta-feira, 1 de junho de 2011

CRUZ: POLÍCIA FECHA CERCO A ESPADA CLANDESTINA

Os policiais civis e militares que atuam em Cruz das Almas, no Recôncavo baiano, foram instruídos a apreender as “espadas” fabricadas clandestinamente e toda a matéria-prima utilizada na sua confecção. A recomendação partiu do promotor de Justiça do Ministério Público da Bahia (MP-BA), Christian de Menezes, que está preocupado com o risco que os artefatos, bastante utilizados no período junino, oferecem à comunidade. A ação cautelar solicita ao Juízo da comarca a expedição de mandado de busca e apreensão de todos os materiais fabricados sem autorização e expostos à venda no município. De acordo com o MP-BA, as “espadas” ainda são produzidas em fundos de quintais de casas de Cruz das Almas e sua matéria-prima exposta nas calçadas das residências, o que, segundo o promotor, afronta regulamentos e dispositivos legais incriminadores. “Além disso, a tradição desde sempre tolerada e cultuada da famosa 'guerra de espadas', realizada durante os festejos juninos na cidade, não legitima a prática ilegal e nem elide a responsabilidade criminal dos que dela se utilizam para fabricar, comercializar e utilizar tais artefatos sem autorização da autoridade competente”, alerta. Este ano, a tradicional "guerra de espadas" terá dias, horários e locais determinados pela prefeitura. Fonte: Bahia Notícias
Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D