sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Autor da música "Minha mulher não deixa não" está com dificuldades para andar

"Bati a cabeça e a bacia. Não consigo andar direito", diz o autor da "Minha mulher não deixa não", após o acidente que matou o baixista da banda.
O cantor Reginho, Reginaldo Alves da Silva, de 39 anos, viu sua vida dar um giro de 180º em pouquíssimo tempo. Se até esta quarta-feira, ele comemorava o estouro de sua banda, Surpresa, no país todo, graças ao hit ‘Minha mulher não deixa não’, nesta madrugada, ele perdeu o amigo e baixista do grupo Lenine Castro dos Santos em um acidente com o ônibus que levava os músicos do Rio de Janeiro para Recife, onde moram.
- Bati a cabeça e a bacia. Não consigo andar direito. Estou muito triste com a morte de Lenine - foram as palavras de Reginho para a mulher, Rosivane, por telefone.
O cantor, o guitarrista Vinicius da Costa Andrade e o baterista Jonata Teixeira da Silva estão internados no Hospital Hospital Nair Alves Souza, na cidade de Paulo Afonso, e aguardam resultados de exames para serem liberados. Mas passam bem. A dançarina Márcia Oliveira, que teve o braço e a perna fraturados e sofreu escoriações pelo corpo, permanecerá internada.
Por volta das 2h15, o ônibus do grupo capotou na BR 110, na cidade de Jeremoabo, a 80 quilômetros de Paulo Afonso, na Bahia. Segundo o comunicado oficial, no local do acidente havia problemas no acostamento, sendo esta a terceira batida em dois meses.Nesta sexta, Reginho e outro integrantes irão ao Rio, para lançar, às 10h30, a campanha de Carnaval do Ministério da Saúde na quadra da escola de samba Salgueiro. Os shows do fim de semana foram suspensos.Reginho está triste pela morte do amigo. Fonte: TVSAJ
Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D