terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Autoridades lamentam morte da historiadora Kátia Mattoso

Autoridades lamentaram a morte da historiadora e cientista política Kátia Mattoso, 78 anos, que aconteceu na manhã desta terça-feira, 11, em Paris, França. Em nota, o governador do Estado da Bahia, Jaques Wagner, declarou: “Foi com pesar que tomamos conhecimento da morte de Kátia Mattoso. Dona de uma percepção privilegiada do processo histórico, vinculando habilmente o regional e o conjuntural, a historiadora soube, como poucos, investigar e compreender as origens da Bahia que somos hoje. Seu legado será duradouro”.
Já o diretor da Fundação Pedro Calmon, Ubiratan Castro de Araújo, amigo e orientando da professora Kátia Mattoso, lamentou o falecimento da intelectual, que para ele foi a grande formadora de pesquisadores e de professores de história na Bahia.
Kátia era especialista em história social da escravidão no Brasil, Doutora Honoris Causa pela Universidade Federal da Bahia e Professora Emérita aposentada da Universidade de Paris V – Sorbonne. Autora, entre outras obras, de Ser Escravo no Brasil (1982) e Bahia Século XIX – Uma Província no Império (1992).
Segundo familiares, o corpo de Kátia Mattoso será enterrado na Grécia, país em que ela nasceu.

Fonte: A Tarde
Compartilhe : :

0 comentários:

Postar um comentário

 

Professor Borges Todos os direitos reservados © 2017 Ulisses D